1 de fevereiro de 2011

enquanto eles não chegam...

à minha amiga Patrícia Couto Bernardes (futura mãe de gêmeos)

enquanto eles não chegam...
o amor hiberna
faz inverno no coração
e na monotonia do casal.

só as coisas ternas
fazem milagres na vida
ela, a mãe, é só ternura
e ele, o pai, eu não sei
mas teve ter respingado
alguma coisa dela no seu coração.

enquanto eles não chegam...
a boca da mãe é só sorriso
alegria misturada com felicidade
faz os sonhos em dobro
e preocupação com o carrinho
de um ou de dois lugares.

quando os gêmeos nascerem...
dois berços, várias mamadeiras
e muitas fraldas e... mais fraldas.
(não era isso que eles esperavam
mas felicidade pouca é bobagem!)

2 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Mauro Lúcio de Paula

PARABÉNS, VERSOS DE E COM VIDAS,
OBRIGADA,
Efigenia

Úrsula Avner disse...

Oi Mauro,

lindos versos... faz inverno no meu coração mas o frio também é bom... Um abraço e grata pelo carinho em meu blog.