30 de julho de 2011

haicais

quando surge o sol
o lago do "campus"
fica todo enebriado

o frio da manhã
deixa embaçado o céu
por cima da univerdade

a água transparente
e represada do lago
escoa livre pelo ralo

fim de tarde –
aglomera no portão
estudantes e visitantes

3 comentários:

MIRZE disse...

Mauro!

Você é mestre em kaikais.

Todos lindos!

Parabéns!

Beijos

Mirze

Pedra do Sertão disse...

Olá, Mauro,

Obrigada pela visita. Também gostei muito de seu blog, só senti falta de um gadget para ser seguidora! Abraço

Adriana Godoy disse...

Oi, Mauro, pude me atualizar e li todos os poemas que não conhecia. Parabéns pela qualidade de seu trabalho, pelas fotos, por tudo, enfim. Um abraço.