4 de fevereiro de 2012

A caminhada

guarda os preceitos
quem entende o amor
e lança fora o medo

o amor só permanece
onde não há desconfiança
nem contenda nem tormento

quem repara a força
do vento não caminha
sobre águas tranquilas
não são os pés
que levam para muito longe
mas é a fé Naquele
que sustenta o firmamento

1 comentários:

Carla Cristina disse...

Mauro,
Grande poeta...adorei!
Abraços.