9 de dezembro de 2011

haicais

a cotovia cinzenta
à noite dorme no galho
e durante o dia afia o bico.

se a sua pele macia
não roça na minha,
sou peixe fora d’água.

os quitutes da minha vó
eram feitos na gordura
e na fornalha de barro.

1 comentários:

MIRZE disse...

SÓ VOCÊ PARA FAZER HAIKAIS TÃO SINGELOS E COM TANTA BELEZA!

BEIJOS

MIRZE